ACTUALIDADES SEMANAIS

 

SEMANA 05

25.-31.01. 1998

 

 

22.01.98
Apoio ao Plano de Paz

O primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, em carta dirigida à ONG italiana CISP, declara que a Itália contribuiu para o sucesso da missão de James Baker e está decidida a continuar a apoiar o plano de paz da ONU. Prodi afirma que a Itália participará para o financiamento da MINURSO, tendo desbloqueado já mais de 500 milhões de liras e responderá positivamente à constituição de um fundo solicitado pelo Alto Comissariado para os Refugiados.
Esta resposta surge na sequência de uma intervenção de nove ONG do «Grupo Sul» (Comitato internazionale per lo sviluppo dei popoli CISP e Movimondo, da Itália; ACSUR, Cooperació, Paz y Solidaridad, e Paz y Tercer Mundo, da Espanha; OXFAM Bélgica; Comité grego de solidariedade Democrática Internacional - EEDDA, da Grécia; Terre des Hommes da França) que dirigiram, em Novembro passado, aos governos espanhol, italiano, francês, inglês, grego e belga, Parlamento Europeu, Comissão Europeia e ao Conselho da Europa uma resolução de apoio a um referendo livre e transparente no Sahara Ocidental.

23.01.98
Soldados dinamarqueses para a MINURSO

O governo dinamarquês prevê enviar no próximo mês de Maio uma centena de soldados para o Sahara Ocidental, a fim de participarem na força multinacional da MINURSO.

24-27.01.98
Visita oficial do presidente saharaui ao País Basco

O presidente saharaui recebeu em Bilbao, no dia 25 de Janeiro, o prémio internacional «Espelho do Mundo» da Fundação Sabino Arana, este ano atribuído à Frente Polisario. Mohamed Abdelaziz teve encontros com o governo e o parlamento do País Basco e com as autoridades das três províncias bascas.

26.01.98
Resolução do Conselho de Segurança 1148, 1998

O Conselho de Segurança adoptou por unanimidade uma resolução em que aprova o envio de uma unidade de engenharia encarregada da desminagem e o pessoal suplementar necessário ao destacamento dos efectivos militares, tal como lhe havia sido solicitado pelo secretário-geral da ONU no seu último relatório.
O Conselho tomou em consideração o pedido de aumento dos efectivos da polícia civil e da componente militar da MINURSO e afirma que irá responder positivamente a esses pedidos à medida que o avanço do processo venha a necessitar.
O Conselho apela às duas partes para que cooperem com o representante especial do SG e com a Comissão de Identificação, a fim de que o termo da identificação dos votantes se venha a processar nos prazos estabelecidos. De registar que o Conselho não se pronunciou sobre os problemas postos pela identificação dos candidatos não convocados (12.000, segundo o relatório de Kofi Annan) apesar das pressões marroquinas transmitidas pela França para fazer aceitar estas pessoas a título individual.

26.01.98
Assassinato político

No dia 14 de Janeiro foi encontrado morto, nos arredores da cidade de Tan-Tan, no sul de Marrocos, Mohamed Arbi Sid Ahmed. O falecido fora visto na noite anterior com o seu empregado marroquino, cujo paradeiro se desconhece desde então. A Associação dos Familiares dos Presos e Desaparecidos Saharauis (AFAPREDESA) pensa que se trata de um novo assassinato político cometido pelas autoridades marroquinas para aterrorizar a população saharaui.

01.02.98
Dunbar entra em funções

O novo representante especial do secretário-geral da ONU para o Sahara Ocidental, o embaixador norte-americano Charles Dunbar, prepara-se para se instalar no território no princípio do mês de Fevereiro.
A sua entrada em funções coincide com uma situação cada vez mais tensa. As tentativas de manipulação do corpo eleitoral por parte de Marrocos esbarram perante o rigor da ONU, o que explica o crescente mal-estar evidenciado pela parte marroquina, que se traduz por uma violenta campanha na imprensa e por assassinatos políticos.
Charles Dunbar desenvolve actualmente uma intensa actividade diplomática, multiplicando os seus contactos com diplomatas americanos e britânicos, particularmente atentos ao desenrolar do processo de paz. Por seu lado, o grupo de trabalho Magrebe da União Europeia vai reunir-se proximamente para discutir a presença regular de diplomatas europeus no Sahara Ocidental.

 

NOVAS PUBLICAÇÕES

 

AGENDA

«Alternância e transição em Marrocos», conferência no CERI, Centre d'Etudes et de Recherches Internationales, da Fondation Nationale des Sciences Politiques. Intervenções de Mohamed Tozy «Islão político e monarquia» e de Khadija Mohsen-Finan «As envolventes do conflito saharaui». Sexta-feira 6 de Fevereiro de 1998, 16 h 30, 4, rue de Chevreuse, 75006 Paris (métro Vavin). Contact +1 44 10 84 95.


[SOMARIO actualidades semanais ] [Western Sahara Homepage]